Por: Canarinho PressTerra

Além do desconforto e prejuízos à suspensão dos carros, os buracos nas ruas e estradas brasileiras podem fazer o veículo bater no solo e atingir o cárter, local onde fica armazenado o óleo do motor. Para isso existe o protetor, peça simples, mas um guardião importante.

O protetor de cárter é uma peça que já vem de fábrica e serve para garantir que o carter não sofra danos em pisos irregulares

Localizado abaixo do motor, o protetor de cárter é uma espécie de escudo metálico que evita com que a peça, localizada na parte inferior do motor, seja danificada em um tranco mais forte. Mas por que é preciso proteger o cárter? A peça é o reservatório de óleo do carro. É dele que o líquido parte para as outras peças do veículo quando este é ligado, para que seja lubrificado. Quando desligado o motor, o cárter recebe o óleo de volta, para que ele seja armazenado e resfriado.

Em batidas mais fortes da dianteira com o solo o cárter pode furar e assim o óleo do motor escorrer, o que irá comprometer a lubrificação. É para evitar isso que as montadoras colocam a placa de metal em baixo dos motores. Em teoria, quem roda por pisos bons não precisaria do protetor. O problema é que não é muito comum encontrar cidades com vias 100% perfeitas, então o protetor acaba sendo necessário o suficiente para que os veículos já saiam de fábrica com ele acoplado.

Boa parte das montadoras possue um protetor de cárter padrão para cada modelo de veículo, e em caso de necessidade de troca da peça, o ideal é procurar a peça especificada. Algumas, no entanto, também trabalham com peças de marcas que atuam no mercado, mas que são certificadas pelos fabricantes como opção para a troca. E é muito importante que o motorista que precisará trocá-la tenha isso em mente. Se optar por uma peça não homologada, corre o risco de colocar no carro chapas que não foram projetadas da forma ideal para o seu carro, que não se adequam a ele, e isso poderá levar prejuízos até a refrigeração do motor.

Para carros que já estão com o protetor, o recomendado é revisar sempre que for levantar o veículo. O protetor não pode estar muito amassado, pegando contra o motor.